domingo, 21 de fevereiro de 2016

Ser amigo de quem queremos ser Amor

     Sabe quando a gente gosta tanto de alguém que ser amigo não é mais o suficiente?  Suficiente talvez não seja a palavra certa... acho que chega o momento em que aquele 1% de dignidade que ainda lhe resta resolver gritar lá dentro do seu peito, acusando seu coração de ser um idiota por ter se apaixonado outra vez por alguém que não lhe olha  com amor.
     É difícil ser amigo de quem queremos ser amor. É difícil ganhar aquele seu abraço apertado, que tira meus pés do chão, e saber que ele não será meu de verdade.
     Eu prometi pra mim mesma que aquela nossa primeira conversa de 2016 seria a última conversa. Não que eu não queira ser sua amiga. Pelo contrário. Eu queria ser sua amiga em todo os nossos dias, pra sempre, afinal, você mudou muita coisa na minha vida, mas acho que teremos que ser aqueles amigos de longe, aqueles que estão apenas na memória. Aquela que eu prometi ser a última conversa, no final das contas nem aconteceu. Acabamos falando sobre tantas coisas, tantas novidades, que eu nem consegui dizer o que eu queria, ou melhor, o que eu precisava dizer. Na verdade eu acho que nunca conseguiria dizer isso tudo olhando nos teus olhos, com seu sorriso por perto. Eu ia começar a chorar e não ia conseguir dizer nada. É... as coisas não deram muito certo.
     O amor é lindo, mas às vezes ela machuca a gente, mesmo sem querer. Eu queria que você viesse correndo aqui, dizer que aqueles abraços significavam algo, mas isso é só uma ilusão que eu preciso arrancar de dentro do meu coração. Você não virá e isso é uma droga! Por que pelo menos uma vez na vida as coisas não são boas com a gente? E agora, o que eu vou fazer com esse amor? Eu preciso matar esse amor antes que ele cresça mais, fique fora de controle e cause um estrago na minha vida. Eu preciso cuidar do meu coração e me afastar de você para manter a sanidade. Eu não quero me afastar, mas eu preciso e uma das atitudes adultas que a vida exige de nós é fazer o que precisa ser feito, não o que queremos fazer.
     Aquele era o seu presente de Natal. Ia chegar propositalmente atrasado, mas seria memorável, épico, como tudo que sai da minha cabecinha inventiva. Como tudo que envolve nós dois. Pena que até a entrega do seu presente de Natal foi uma droga. Eu estava tão pra baixo aquele dia, como tinha estado em vários dias que antecederam aquele, porque agora eu imaginava aquele momento como uma despedida, um adeus, e eu não queria me despedir de você nunca, entende? Por que você precisava ser tão fofo comigo se não me amava assim? Só pra dificultar as coisas pra mim? Poxa, nós sempre fomos incríveis juntos, todos os assuntos poderiam ser ditos entre nós e até falar sobre guarda-roupas ou  espinhas era legal com você. Eu sempre senti que poderíamos falar de tudo, sem julgamentos, mas um dia percebi que eu não poderia falar sobre o que eu sentia. E a partir desse momento eu sabia que nada mais seria como antes.

6 comentários:

  1. Profundo esse texto e ainda mais o sentimento que ele atinge. Parabéns pelo texto. Um xeruh!!!

    www.kleidenaira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kleide,
      fico feliz que você tenha gostado do meu texto.
      Seu blog é cheio de resenha de produtos, já estou seguindo!
      beijos
      <3

      Excluir
  2. "mas um dia percebi que eu não poderia falar sobre o que eu sentia. E a partir desse momento eu sabia que nada mais seria como antes."

    Mulher, que texto é esse? Parece que reuniu todos os meus sentimentos em cada palavrinha! Ele é seu amigo, vocês falam sobre tudo com a maior liberdade, porém chega um dia que você quer contar para uma pessoa bem especial sobre o cara que você está a fim... mas para sua triste realidade não pode fazer isso, não porque essa pessoa não te escutaria, e sim porque essa pessoa não poderia saber que esse novo amor se tratava justamente dele.

    Quando é assim, como que faz hein? Vendem manual por aí de como agir em uma situação dessas e fazer a outra pessoa te enxergar de uma forma diferente? Se tiver me avisa! Vira e mexe ando precisando haha

    Amei o texto e me encontro encantada pelo seu blog. Um grande beijo!

    Sonhos na Bolsa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thayná,
      infelizmente não existe um manual :(
      O jeito é seguir o próprio coração, ou intuição...mas não há garantia de sucesso. Talvez confessar a ele o que você sente pode ser bom. A partir do momento em que você não consiga mais ser "só uma amiga" tem que levar para o tudo ou nada: se ele quiser é bom, mas caso contrário, talvez seja melhor se afastar um pouco do que ficar alimentando ilusões, né?
      Difícil decidir.
      Volte sempre aqui!
      Beijos
      <3

      Excluir
  3. Nossa quase chorei com esse seu post , lembrei de uma situação parecida que eu passei . Só que no meu caso minha melhor amiga também gostava dele(mais um motivo pelo qual não falava pra ele) e ele acabou descobrindo o que eu sentia por ele , por causa do papo que acabou surgindo em nossa conversa que foi justamente os sentimentos e como não queria falar ele acabou falando na brincadeira se por acaso num era ele a pessoa que eu gostava e por isso não queria falar no assunto(imagine a cena e a cara dele né ) e pela minha reação ele acabou confirmando e eu não tive como negar (por mas que eu tenha tentado ele não acreditou em mim) , então por um tempo as coisas continuaram iguais , as conversas , os abraços , as risadas ... só que que chegou um momento que percebi que isso não estava me fazendo bem e resolvi me afastar, mesmo sentindo a dor por ter que me afastar da amizade dele . Nos falávamos poucas vezes e com um intervalo longo de dias sem se falar , acabei me "esquecendo" dele ou deixando de pensar tanto e me apaixonei novamente por outra pessoa . Agora somos amigos de novo .
    Se estiver passando por isso , sei como é difícil ,e espero que consiga resolver isso , porque não é fácil , mais as vezes é preciso se afastar seja pelo seu bem ou pelo bem dos dois .
    Enfim desculpa pelo texto rsrs me apaixonei pelo seu blog <3
    Fique com Deus , bjs !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stephanny, é uma situação bem complicada mesmo, né?
      Fico feliz por você ter gostado e se identificado com o meu texto. Amei seu comentário!
      Bjos

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...